Automóveis eléctricos ou Híbridos, qual a melhor opção?

Veículos eléctricos ou carros híbridos?

Automóveis eléctricos ou Híbridos, qual a melhor opção?

Automóveis eléctricos ou Híbridos, qual a melhor opção? Quem vence? Veículos eléctricos ou carros híbridos?

Vai ou está para comprar um carro e a dúvida está entre automóveis eléctricos ou híbridos? Se a sua resposta é sim, este é o artigo indicado para si. Todos sabemos que, praticamente, todos os construtores estão a investir em alternativas mais sustentáveis e amigas do ambiente.

Principalmente as questões ambientais, mas também, questões macro e micro económicas estão no centro das decisões para a mudança na produção de veículos equipados com motores a combustão, gasolina e diesel, para opções mais verdes e “económicas”.

Relativamente ao hidrogénio, combustível que ainda se tenta afirmar, mas que poderão não ser opção no futuro, tendo em conta que, “A questão é que o motor a Hidrogénio, em tudo idênticos aos que a Toyota e alguns construtores alemães usam, efetivamente não emitem CO2, mas continuam a emitir os óxidos de azoto e os NOx, que são responsáveis por provocar doenças nos sistemas respiratório e circulatório, para não falar que são altamente cancerígenos e darem origem a chuvas ácidas.“, os veículos eléctricos e os híbridos que têm conquistado o seu espaço no mercado.

Mas a questão é, qual destas duas opções é a melhor?

Será o carro elétrico ou o automóvel híbrido?

São muitas as variáveis que têm de ser estudadas para se dar uma resposta conclusiva, mas neste momento ainda é difícil dizê-lo com toda a certeza que um é melhor que o outro. Tudo depende das suas reais necessidades e do que anda à procura. Por isso, o melhor a fazer é ponderar os prós e os contras de ambas as opções. Assim, poderá tomar uma decisão equilibrada e consciente. No entanto, esperamos que com este artigo lhe consigamos facilitar o seu processo de decisão e conhecimento no segmento.

Diferença entre carros elétricos e híbridos?

Em primeiro lugar, temos de perceber quais são as verdadeiras diferenças entre os automóveis eléctricos e os carros híbridos.

Os eléctricos

Os carros elétricos, tal como o próprio nome indica, são veículos movidos exclusivamente a energia elétrica e alimentados por baterias recarregáveis. Ou seja, são automóveis “amigos do ambiente“, que na sua utilização não libertam gases poluentes para a atmosfera. Os seus motores têm um custo de produção mais baixo que os motores a combustão e exigem uma manutenção inferior. Nós colocamos entre aspas, “amigos do ambiente“, e dizemos que na “utilização” este tipo de veículos não produzem gases poluentes para a atmosfera, porque entendemos que não de todo verdade. Isto porque, quer na produção, quer na utilização, os veículos produzem também uma pegada ambiental. Pois também geram poluição para serem fabricados e na utilização, o consumo dos consumíveis também produzem poluição. Depois, existe um outro problema e este na nossa opinião mais grave, as baterias não são recicláveis e contêm produtos tóxicos e este é um assunto que todos estão “assobiar para o lado”.

Os veículos eléctricos, salvo alguns modelos com mais autonomia, têm de ser recarregados a cada 200 quilómetros efetuados e esses carregamentos podem levar até cerca de 2 horas, salvo os carregamentos rápidos, que fazem mal ao veículo.

Os híbridos

Os veículos híbridos, têm dois motores, um elétrico e um tradicional a combustão. Isto significa que estes veículos aliam os dois mundos num só automóvel, aumentando assim a potência e diminuindo as emissões de gases poluentes para a atmosfera. Para além disso, estes veículos, comparativamente com os 100% eléctricos, apresentam uma maior autonomia. Mas, obviamente, que também têm a suas desvantagens.

Automóvel híbrido tem mais potência

Para além de mais económicos face aos motores a combustão e mais autónomos face aos 100% eléctricos, os automóveis híbridos são também mais potentes, comparativamente com os de motor a combustão. A razão para serem mais potentes que os carros equipados com motor a combustão é o simples facto de aliarem a performance de dois motores, o eléctrico e o motor de combustão, que combinados têm mais potência.

Custos de aquisição, preservação e manutenção do carro híbrido mais elevados

A ideia que os construtores construíram em redor do automóvel híbrido é uma mentira, uma vez que nem tudo o que dizem é verdade. Aliás, na verdade o que as marcas vendem é um problema de médio longo prazo, mas isto é só a nossa opinião.

Ou seja, as marcas vendem um mundo de economia, fiabilidade elevada e manutenção de custo muito baixo. Quando na verdade um carro híbrido é exponencialmente mais caro, na aquisição, do que um veículo convencional equipado com motor a combustível. Tem também o problema muito grande do custo de substituição de baterias eléctricas, com as quais o veículo não funciona sem essas baterias, nem se fosse só com o motor a combustão. Em muitos dos casos as baterias não têm reparação, são lixo tóxico e não são recicláveis na sua totalidade.

Por fim, é uma viatura que não vai entrar no mercado de usados de longa duração, pois o valor do veículo usado, mais o custo de substituição de bateria, vai inflacionar imenso o seu valor de mercado e por este motivo é um produto que não interessa no mercado de usados.

Carros eléctricos mais baratos, verdade ou mentira?

Na nossa opinião, exclusivamente nossa, a única vantagem e esta é a longo prazo, é o facto de os veículos 100% eléctricos serem mais económicos. Porém, o custo de aquisição é muito, muito elevado, mantemos os problemas relacionados com as baterias. Nomeadamente, as baterias, pelo menos uma parte delas, não têm reparação, o custo de substituição é muito elevado, não são totalmente recicláveis e geram lixo tóxico.

Também é verdade que a pegada ambiental, na construção deste tipo de veículos, é superior à dos veículos convencionais.

Outros aspectos a considerar

Por outro lado,  o carro elétrico é um veículo com uma manutenção relativamente barata. Os motores são mais simples e dispensam filtros, óleos ou correias. Ou seja, não precisa de se preocupar muito com os materiais perecíveis que exigem uma substituição regular nos automóveis tradicionais.

Por, pressupostamente, serem mais amigos do ambiente, o automóveis elétricos têm bastantes incentivos do Estado. Existem algumas isenções de impostos e outros ajudas de custo que contribuem para a compra deste tipo de carros. Finalmente, são carros extremamente silenciosos, devido à ausência de combustão, o que os tornam igualmente mais indicados para a cidade.

Autonomia do carro eléctrico

A autonomia de um automóvel eléctrico é sem dúvida um aspecto negativo, que tem vindo a ser melhorada nos modelos de ultima geração. Alguns já apresentam autonomias de 650 kms. Mas a maioria apresenta autonomias limitadas aos 200 quilómetros.

Outro aspecto negativo é o tempo que se demora a carregar totalmente o veículo eléctrico. No entanto já existem pontos de abastecimento rápido que fazem parte da solução. No entanto há que chamar atenção que o abuso de carregamentos rápidos prejudica gravemente o tempo útil de vida de uma bateria.

A falta de pontos de abastecimento é um problema que todo o consumidor deveria ter em consideração antes de comprar um carro eléctrico.

Para si, qual é a melhor opção?

Para nós, tendo em conta todas as variáveis e sobretudo as de ordem técnica, entendemos que a melhor opção são os veículos 100% eléctricos. Mas continuamos achar que os carros eléctricos não fazem parte da solução para uma mobilidade mais verde.

Esperamos que tenha gostado do nosso artigo e pedimos que nos deixe ficar nos comentários a sua opinião. Para si, qual é a melhor opção?

Gostou deste Artigo? Temos, para si, outros artigos, muito importantes, na nossa categoria carros eléctricos.

Siga-nos no Facebook e fique a par de todas as novidades. Faça gosto e partilhe os nossos artigos. Obrigado ツ